Destaques

Campanha histórica do Fortaleza é repleta de quebras de recordes; veja lista

Torcida do Leão fez bonito em 2019 Foto: Camila Lima

Ao fim do campeonato, o Fortaleza ficou apenas três pontos atrás do Corinthians, que se classificou para a Libertadores

 

A campanha do Fortaleza no Campeonato Brasileiro foi encerrada com chave de ouro. Neste domingo (8), o Tricolor venceu o Bahia por 2 a 1, no Castelão, em jogo que coroou a temporada extremamente vitoriosa do Leão do Pici. Na Série A, o excelente desempenho foi recheado de números históricos e recordes marcantes, que garantem ainda mais brio à campanha.

Com 53 pontos, obtidos após 15 vitórias, 8 empates e 15 derrotas, a equipe comandada por Rogério Ceni termina a competição na 9ª colocação e superando todas as expectativas. Para quem almejava apenas a manutenção na Primeira Divisão, ficar no top-10 é um desempenho que ficará marcado na história.

O Tricolor assegurou a sua melhor campanha na Série A na era dos pontos corridos, contando desde 2003 e incluindo os anos que foram disputados com 22 equipes. O aproveitamento de 46,5% dos pontos supera a campanha de 2005, quando o time conquistou 55 pontos, mas teve aproveitamento de 43,7%, no último ano que o Brasileirão foi disputado no formato anterior.

Além disso, o Fortaleza assegurou ainda a melhor campanha de um time cearense no atual formato do Brasileirão, desde 2006. A marca, anteriormente, pertencia ao Ceará, que em 2010 conseguiu somar 47 pontos. Naquele ano, o Alvinegro terminou o Brasileirão na 12ª colocação e conseguiu a vaga para a Copa Sul-Americana.

De forma inédita, o Leão também assegurou a sua classificação para Sul-Americana e, em 2020, disputará uma competição internacional pela primeira vez uma 101 anos.

Em 2019, foi ainda o melhor clube nordestino entre os quatro que participaram da Série A, ficando na frente de Bahia (11º, com 49 pontos), Ceará (16º, com 39 pontos) e CSA (18º, com 32 pontos).

Nas arquibancadas, a torcida também fez bonito. O Tricolor terminou a competição com a 2ª melhor média de público de todo o campeonato, com 33 mil por partida.

A marca foi alcançada no último jogo, em que 52.552 pagantes estiveram na Arena Castelão, fazendo o Leão superar o Corinthians, que ficou em 3º, com média de 32.869 torcedores por partida.

O público de Fortaleza 2 x 1 Bahia, inclusive, foi o maior do futebol cearense na temporada 2019.

A coroação perfeita para uma tarde de completa festa. Antes mesmo do jogo, a certeza de casa cheia com os ingressos esgotados já antecipava que o domingo seria de boas emoções aos leoninos.

Quando a bola rolou, o time, em campo, fez valer a sinergia com as arquibancadas e correspondeu à altura.

Com intensidade, organização e efetividade, que foram marcas dessa campanha ao longo das 38 rodadas, o Leão se impôs e foi superior ao Bahia na maior parte do jogo.

Quis ainda o destino que os gols da vitória fossem marcado por dois jogadores extremamente identificados com o clube e os torcedores. Osvaldo, aos 12 minutos do primeiro tempo, e Tinga, aos 32 da etapa final, coroaram o crescimento que tiveram na reta final do Brasileirão.

Os dois foram peças fundamentais para o bom desempenho da equipe no segundo turno, com muita entrega e marcação de gols importantes.

Ao apito final, o apagar das luzes da Arena deu lugar ao show da torcida,  com mosaico de led, show pirotécnico e gritos de “Fica, Rogério”, acompanhado também de mosaico “Fica, Ceni”.

O 8 de dezembro de 2019 certamente ficará marcado na memória dos torcedores leoninos. Dez anos após o rebaixamento à Série C, a coroação com a volta por cima foi no melhor estilo possível. E 2020 promete ainda mais.

 

Fonte: DN

Comente com Facebook

%d blogueiros gostam disto: