Policial

Polícia Civil de Ipu indicia ex-presidente de associação por furto qualificado de água

Ipu Post

A Polícia Civil do Estado do Ceará, através da Delegacia Municipal de Ipu (CE), concluiu nesta terça-feira (24/10) o Inquérito Policial iniciado no dia 27 de setembro de 2023 que investigava a prática do crime de furto qualificado (art. 155, parágrafo 4°, inciso II, do Código Penal Brasileiro) ocorrido na localidade Mulungu, zona rural do município.

O Inquérito foi instaurado diante do fato de que funcionários do SAAE da cidade de Ipu teriam encontrado um desvio de água na localidade Mulungu. Foram ouvidas diversas testemunhas, além da realização de diligências em campo nas localidades Marruás dos Paivas e Mulungu, que concluíram que um ex presidente da Associação de Moradores teria realizado o desvio para melhorar o abastecimento de água da região.

Com isso, o Delegado de Polícia indiciou o ex presidente da associação por furto qualificado e encaminhou o Inquérito Policial para o Poder Judiciário para que haja a continuação da persecução penal.

Registros do SAAE na época que o desvio foi localizado

Segundo o Delegado de Polícia responsável pelo caso, o ex presidente da associação teria realizado o desvio da água para melhorar o abastecimento de água da região, uma vez que os canos que foram encontrados no local destinavam a água desviada para o encanamento da própria localidade e não para um morador em específico.

Ainda de acordo com o Delegado, o ex presidente da associação poderá responder pelo crime de furto qualificado, que é caracterizado pela subtração de coisa alheia móvel, com abuso de confiança, ou mediante fraude ou escalada. A pena prevista para o crime é de reclusão de 2 a 8 anos, e multa.

O ex presidente da associação poderá se defender das acusações em juízo.

 

 

Fonte: Ipu Notícias

Comente com Facebook