Ceará

Comando Vermelho picha escola com ameaças a funcionários

Não houve aula na escola e os funcionários, com medo, garantem que até o fim da semana não há possibilidade de retorno às atividades ( Foto: VC Repórter )
Ipu Post

“Vamo matar geral”, dizia um papel deixado em uma das salas caso houvesse aula nesta segunda

A escola municipal Dois de Dezembro, na Barra do Ceará, em Fortaleza, teria seu primeiro dia de aulas do ano letivo de 2018 nesta segunda-feira (29). Ao chegarem ao local, no entanto, os professores encontraram o segundo andar do colégio com muros pichados e ameaças a funcionários da instituição. A sigla CV (Comando Vermelho) marca os recados. 

“Passamos a última sexta-feira (26) toda arrumando a escola pra volta às aulas. Hoje, encontramos materiais rasgados, sujos de tinta, referenciando o dia 30 de janeiro como o ‘dia final’ para alguns professores citados pelo nome”, relatou uma funcionária ao VC Repórter.

Ao chegarem no local, os professores encontraram o segundo andar da escola com muros pichados e ameaças a funcionários da instituição ( Foto: VC Repórter )

Não houve aula na escola e os funcionários, com medo, garantem que até o fim da semana não há possibilidade de retorno às atividades. A funcionária contou ainda que os professores ameaçados vão sair da escola.

Uma outra fonte desabafa que a escola está sem segurança, que foi substituído por apenas um porteiro que não havia ido trabalhar hoje. Câmeras da escola também foram removidas do local pelos autores das pichações. 

A Equipe de Mediação Social da Secretaria Municipal da Educação (SME) esteve na escola dialogando com a comunidade. A SME informou que “está em articulação com a Secretaria de Segurança Pública do Estado e que apoia as investigações para apuração dos fatos”. 

A unidade registrou boletim de ocorrência no 33º Distrito Policial e a Guarda Municipal foi acionada para reforçar a segurança no local. A previsão de retomada das aulas é na próxima quarta-feira (31).

 

Fonte – DN

Comente com Facebook

Ipu Post