CearáDestaques

Região do Cariri tem quatro casos confirmados de H1N1, com três mortes

Região do Cariri tem quatro casos confirmados de H1N1, com três mortes Reprodução/TV Verdes Mares

Além destes, outros três casos suspeitos foram detectados, sendo dois diagnosticados com o vírus Influenza A e outro segue em análise.

 

Quatro casos de H1N1 foram confirmados no mês de maio nos municípios de Juazeiro do Norte e Crato com três mortes. Além destes, outros três casos suspeitos foram detectados, sendo dois diagnosticados com o vírus Influenza A, enquanto outro segue em análise.

Entre as mortes confirmadas pela doença, está a da estudante de nutrição Rafaela Callou de Sá Barreto, de apenas 23 anos. Ela estava internada em uma clínica particular em Juazeiro do Norte e, após três paradas cardiorrespiratórias, morreu na madrugada desta terça-feira (4).

A segunda morte confirmada aconteceu também nesta terça-feira (4), pela manhã. A vítima foi um padre, identificado como José Luismar Rodrigues, da  Paróquia Nossa Senhora das Angústias, que fica em Tarrafas. Ele se encontrava internado em um hospital do Crato.

Um terceiro óbito em decorrência da doença foi registrado em Juazeiro do Norte, mas nesse caso, a Secretaria de Saúde do Município (SMS) não informou o dia da ocorrência. Um exame laboratorial confirmou que foi por H1N1. Outras duas pessoas também contraíram a gripe no Crato, mas já receberam alta hospitalar e se recuperam

Ainda há no Crato outros dois casos em investigação. Em nota, a Secretaria de Saúde do município disse que a morte do padre está sendo investigada e aguarda o resultado do exame, que está sendo analisado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). 

Doses desviadas por funcionário

Em entrevista coletiva de imprensa, a secretária de Saúde de Juazeiro do Norte, Francimones Albuquerque, informou nesta terça-feira (4) que um funcionário de um posto de saúde do município desviou 30 vacinas para clínicas particulares da região. Ele estaria vendendo o produto.

Uma sindicância já foi aberta para identificar e punir o responsável. “Isso é um crime contra a administração pública. O município precisando de vacinas, e um funcionário desviando”, relatou a secretária. 

Doses esgotadas

Devido à alta procura nos postos de saúde, as doses de imunização contra a Influenza A acabaram em Juazeiro do Norte e no Crato já na manhã desta terça-feira. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde do Crato (SMS), já foram vacinadas 95% das pessoas dos grupos prioritários, o que já superou a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS).

Não há previsão para que Crato e Juazeiro do Norte retornem a imunizar a população contra o vírus. A Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) prorrogou a campanha até o 14 de junho para os grupos prioritários, conforme recomendação do MS, já que alguns municípios não atingiram a meta. 

Os dois municípios informaram que já solicitaram mais doses para o Estado e aguardam resposta. Não há previsão de vacinas adicionais, até o momento.

 

Fonte: DN

Comente com Facebook

%d blogueiros gostam disto: