DestaquesEsporte

Éverton já é o maior cearense da história da Seleção Brasileira

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JULY 07: Everton of Brazil poses with trophies of Man of the Match and top scorer after winning the Copa America Brazil 2019 Final match between Brazil and Peru at Maracana Stadium on July 07, 2019 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Lucas Uebel/Getty Images)

Natural de Maracanaú, atacante foi campeão da Copa América neste domingo (7) e se sagrou artilheiro, com três gols.

A Copa América não teve o Ceará como sede, mas o Estado esteve bem representado pelo maior nome da competição: Éverton. Revelado nas categorias de base do Fortaleza, o atacante do Grêmio chegou na Seleção Brasileira como reserva, mas ganhou a titularidade, se tornou xodó da torcida, marcou na final contra o Peru no Maracanã e se sagrou artilheiro do torneio continental com três gols. 

Nas costas, o peso de assumir a idolatria de uma equipe distante da torcida mesmo jogando em casa. Dentro do time pragmático de Tite, foi o ponto fora da curva e fez valer a ginga brasileira nas quatro linhas: líder de dribles do torneio e dono de uma assistência para gol. 

De personalidade tímida, Éverton se agigantou. Oriundo de uma família humilde de Maracanaú, o atacante se valorizou mil vezes em seis anos e, aos 23, entra para a história como o cearense que teve o maior destaque na história da seleção. 

Em uma Copa América repleta de grandes nomes do futebol mundial como Coutinho, Messi, Suárez, James Rodriguez… Éverton foi a estrela de maior valia. Esperança que se renova, caminho que se pavimenta e um novo nome que começa a escrever uma trajetória rumo ao Mundial do Catar, em 2022. 

Fonte: DIÁRIO DO NORDESTE

Comente com Facebook

%d blogueiros gostam disto: