CearáDestaques

Chuva de 170 mm destrói rodovia na cidade de Lavras da Mangabeira

A CE-153 liga Lavras da Mangabeira e Aurora Foto: Edileudo Lopes
A chuva destruiu rodovia recém-pavimentada que liga Lavras da Mangabeira ao município de Aurora. O Rio Salgado apresenta seu maior volume no ano.
 

O município de Lavras da Mangabeira, na região Centro-Sul, registrou a maior chuva do Estado, entre 7h de ontem e às 7h desta quarta-feira (18). O acumulado de 170 milímetros subiu volume de rios e açudes e destruiu parte da CE-153, que liga Lavras da Mangabeira e Aurora. A força da água em um açude, ao lado da rodovia, perfurou o solo e fez o asfalto ceder.

O trecho recebe obras de pavimentação e apresenta 94% de execução. Ao todo, foram investidos R$ 18 milhões em 14 quilômetros de serviços de terraplenagem, pavimentação, revestimento asfáltico, drenagem, bueiros e pontes, sinalizações horizontal e vertical, além de proteção ambiental.  

Além disso, a chuva fez o Rio Salgado registrar seu maior volume neste ano, em Lavras da Mangabeira. A água cobriu a barragem na sede do município, que liga o Centro da cidade ao bairro Bela Vista e ao Sítio Extrema. Até agora, o leito não atingiu nenhum imóvel.    

Maior afluente do Rio Jaguaribe, a água que caiu em Lavras da Mangabeira será importante para o aporte do Açude Castanhão, que abastece a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Atualmente, o maior reservatório do Estado apresenta 4,39% de sua capacidade. 

fotoo
A chuva fez o Rio Salgado registrar seu maior volume neste ano, em Lavras da MangabeiraFoto: VcRepórter

Estado

Pelo menos outros 56 municípios do Estado também registraram chuva nesta quarta-feira. As precipitações com maior intensidade caíram em Novo Oriente (102,5 mm), no região do Inhamuns, e em Barro (97,2 mm), Milagres (87 mm) e Aurora (68 mm), na região do Cariri.

Registrada no posto pluviométrico de Iboperi, em Lavras da Mangabeira, a chuva igualou a terceira maior dos últimos 46 anos no Município, segundo a Funceme. Em 2000, 170 milímetros caíram no distrito de Quitaiús. Já a precipitação recorde aconteceu na última segunda-feira, acumulando 205 milímetros, enquanto a segunda mais intensa aconteceu em março do ano passado, também do distrito de Iboperi, quando foram registrados 181 milímetros. 

A chuva em Lavras da Mangabeira, desta quarta-feira, foi a sexta maior até agora no ano. Até agora, Icapuí (220 mm), Lavras da Mangabeira (205 mm), Granja (180 mm), Barreira (174 mm) e Pedra Branca (172 mm) lideram. 

Previsão

A previsão para esta quarta-feira é de nebulosidade variável com chuva na região do Cariri e no Sertão Central e Inhamuns. Já amanhã (19), a Funceme prevê eventos de chuva no Cariri, Sertão Central e Inhamuns, na Ibiapaba e no Litoral Norte. Nas demais regiões, chuva isolada. Já na sexta-feira (20), predomina o tempo nublado com precipitações em todas as regiões.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Comente com Facebook

É proibida a reprodução do conteúdo desse site.
%d blogueiros gostam disto: