CearáDestaques

Covid-19 pode sobreviver nas superfícies por horas, diz estudo

Médicos conversam em um hospital da Cruz Vermelha de Wuhan, na China, em 16 de fevereiro de 2020 — Foto: Stringer/AFP

Vírus da Covid-19 foi detectado por até dois ou três dias em plástico e aço inoxidável, e por até 24 horas em papelão

 

O novo coronavírus pode sobreviver na superfície ou no ar por várias horas, de acordo com um estudo financiado pelo governo dos Estados Unidos publicado nesta terça-feira (17).

O vírus da Covid-19 foi detectado por até dois ou três dias em plástico e aço inoxidável, e por até 24 horas em papelão.

O estudo foi publicado no New England Journal of Medicine (NEJM) e conduzido por cientistas dos Centros dos Estados Unidos para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Universidade da Califórnia, Los Angeles e Princeton.

Os pesquisadores usaram um inalador para simular a tosse ou espirro de uma pessoa e descobriram que o vírus pode ser detectado por três horas no ar.

O estudo foi publicado pela primeira vez em um site médico na semana passada, antes de ser revisado por outros pesquisadores, e chamou muita atenção, incluindo algumas críticas de cientistas que disseram que poderia estar exagerando a ameaça aérea.

Os críticos do estudo questionaram se um inalador poderia imitar adequadamente uma tosse ou espirro.

Os cientistas descobriram que o vírus que causa a Covid-19 tinha níveis semelhantes de viabilidade fora do corpo que seu antecessor que causou a Sars.

Mas as semelhanças descobertas não explicam por que a nova pandemia infectou quase 200 mil pessoas e causou cerca de 8 mil mortes, enquanto a epidemia de Sars infectou aproximadamente 8 mil e fez 800 vítimas fatais.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Comente com Facebook

É proibida a reprodução do conteúdo desse site.
%d blogueiros gostam disto: