Destaques

Uma reflexão sobre o papel da igreja em tempos de crise.

Prof. Denilson Luna

O momento é delicado, é necessário muita prudência nesse momento. Sabedoria é uma marca muito presente em todos os profetas e discípulos que estudamos nas Sagradas Escrituras. Sabemos que a missa e os cultos fazem falta.

Assim, como toda religião, os seus membros ou seguidores buscam o local que é considerado sagro (sagrado), por cada um e consequentemente faz muita falta. A religião tem um papel fundamental para enfrentarmos momentos difíceis na vida, e muitas vezes é um fator determinante para o alívio dos problemas. Tanto é que a vida em comunidade é defendida em Atos dos Apóstolos no capítulo dois.

O texto diz que: Eles viviam em comunhão. E essa vivência é importante e nós sabemos disso!
Contudo, precisamos ter responsabilidade e zelo pelas pessoas. Os líderes religiosos são importantes para contermos essa pandemia ou piorarmos ainda mais essa situação.

A palavra chave é bom senso. É necessário evitarmos grandes encontros, isso se chama bom senso! Isso pode salvar vidas. As pessoas devem vir em primeiro lugar. Não acredito em líderes religiosos que expõem os seus membros, ou frequentadores a uma irresponsabilidade dessas. No antigo Testamento, em um dos livros do Pentateuco, encontramos versículos que diz que durante uma das pragas a orientação de Deus foi para as pessoas ficarem dentro de suas casas e que isso seria uma forma de se livrar daquela praga que poderia ceifar a vida de muitos.

O Presidente do Brasil, pelo que vejo, não tem uma religião definida, e dificilmente o mesmo irá frequentar uma igreja católica ou um culto nesse momento de Pandemia que o mundo vem enfrentando. É claro que em uma sociedade bastante religiosa como a nossa, o local de encontro e orações é importante, mas, a religião verdadeira é aquela que ama ao próximo e procura fazer a diferença na vida das pessoas e isso podemos fazer dentro de nossos lares. Os ritos e cerimônias só podem continuar se estivermos vivos e com saúde, e isso é uma questão de lógica não precisa muito esforço para entendermos isso!

O autor é Professor, Bacharel em Teologia, Bacharel em Administração de Empresas e
Licenciando no curso de História.

 

Da Redação do Ipu Post
Diretor-Geral: Jardel Pessoa

Comente com Facebook

É proibida a reprodução do conteúdo desse site.
%d blogueiros gostam disto: