CearáDestaques

Maior aproximação entre Júpiter e Saturno após 800 anos acontece hoje; veja como observar o fenômeno no Ceará

Legenda: Legenda: Próxima aproximação está prevista para 2080, calcula professor de astronomia Foto: José Leomar
Ipu Post

Fenômeno será visível a olho nu na noite desta segunda (21). Os planetas não aparecem tão próximos um do outro há quase 800 anos

Nesta segunda-feira (21), será possível visualizar um fenômeno raro no céu a partir das 18h. No horário, acontece o ápice da ‘Grande Conjunção‘, quando Júpiter e Saturno aparecem no horizonte na menor distância da história recente. A cena poderá ser assistida sem a necessidade de equipamentos especiais de qualquer lugar do Estado. (Veja as imagens abaixo do fenômen) 

A aproximação entre os planetas não é novidade. A cada 20 anos os corpos celestes aparecem mais avizinhados no céu. No entanto, o que ocorre na noite desta segunda é a menor proximidade da história recente. Quem perder a passagem desta segunda só terá uma nova oportunidade de presenciar o fenômeno daqui a 80 anos.

 

Grande Conjunção
Legenda: Próxima aproximação está prevista para 2080, calcula professor de astronomia
Foto: José Leomar

 

O tenente Romário Fernandes, professor de astronomia do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (CBMCE), estima a separação. “É uma distância aparente de aproximadamente 0,1 graus”, calcula. Isso significa dizer, na prática, que durante o fenômeno Júpiter e Saturno serão visualizados de uma maneira ímpar. “A impressão que o observador a olho nu terá é de duas estrelinhas, ‘coladíssimas’, de um jeito que você nunca viu no céu”, detalha Romário. 

Para vias comparativas, a distância entre Júpiter e Saturno na conjunção desta segunda equivale a um quinto do tamanho da lua cheia. “A gente usa essa referência da lua cheia porque é objeto fixo que se tem. É o tamanho que cada um tem na cabeça. É só um quinto daquilo ali”, projeta. 

 

Foto: Romário Fernandes

 

Saiba como observar

Romário garante que não é preciso nenhum instrumento sofisticado para assistir ao alinhamento. A aproximação de Júpiter e Saturno, inclusive, será visível em qualquer parte do Estado, a depender da quantidade de nuvens durante a aproximação. Para visualizar a conjunção é preciso direcionar o olhar para o poente “assim que o sol desaparecer”, explica, bem no “intervalo de tempo em que o céu começa a escurecer. A janela de observação é entre às 17h30 e 18h, quando eles aparecem, e e vai até perto das 20h da noite”, adiciona. 

Diário do Nordeste disponibiliza download de uma carta celeste para guiar a identificação. Após imprimir o documento, basta colocar o braço direito para o lado que nasce o sol e você estará de frente para o Norte e poderá se localizar com a carta celeste.

Pensando em levar a experiência durante o isolamento social, o Canal Astronomia da Seara da Ciência realiza para transmitir o evento. A iniciativa é do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, por meio do Planetário Rubens de Azevedo e da Seara da Ciência da Universidade Federal do Ceará. A transmissão começa às 18h e terá comentários do professor Ednardo Rodrigues, da equipe do Grupo de Astronomia da Seara (GAS Interestelar). 

Fonte: Diário do Nordeste

Comente com Facebook

Ipu Post