DestaquesIpu

Defensoria inaugura primeira sede na cidade de Ipu

Ipu Post

No próximo dia 7 de fevereiro, a Defensoria Pública do Estado do Ceará (DPCE) realiza a inauguração de uma sede na cidade de Ipu, região do Ceará. Esta é a primeira solenidade de inauguração de uma sede da instituição no interior do Estado pela atual gestão. O novo espaço está localizado na Travessa Manoel Dias, 956, no centro da cidade, e foi viabilizado após uma parceria entre a DPCE e a Faculdade de Educação da Ibiapaba (FAEDI).

Antes da inauguração, os atendimentos à população eram realizados no fórum da cidade. O defensor público Samuel Marques, hoje secretário-executivo da DPCE, atuou por quase dois anos no município. “O atendimento da Defensoria era realizado todos os dias, de segunda a sexta-feira, dentro do Fórum, numa sala bem pequena, bem diminuta, aos fundos desse prédio, muito aquém da capacidade e da capilaridade que a Defensoria têm no município. Dada essa realidade, nós verificamos que a instituição tinha muito potencial de crescimento e que a população merecia um novo espaço para o seu atendimento. Buscamos um convênio com a FAEDI, a fim de propiciar e comungar esforços para que fosse estabelecido um núcleo de práticas jurídicas agregado à faculdade de Direito, e nesse mesmo local funcionasse a sede da Defensoria Pública”, pontuou Samuel.

O espaço contará com um gabinete para dois defensores, uma sala para estagiários e colaboradores, uma sala de recepção e também uma sala para os mediadores comunitários atuarem. No mesmo dia da inauguração, ocorrerá a solenidade de posse dos novos mediadores comunitários que atuarão na cidade.

“Verificamos que existiam muitos casos que seriam passíveis de ser resolvidos a nível de mediação assim, vamos dar posse a três mediadores comunitários no sentido de que todas as demandas possíveis, passem primeiro pelo núcleo de mediação para só depois, e se necessário for, interpor as devidas ações no poder judiciário”, complementou Samuel Marques.

A defensora Glaiseane Lobo assume a atividade cumulativa na cidade. “Estou em Ipu desde o começo do ano, quando acabou o recesso judiciário, mas, mesmo em pouco tempo atuando na cidade, já percebo uma demanda grande, porque é uma comarca que historicamente sempre teve Defensoria e a população está acostumada com o atendimento da instituição e confia muito no trabalho”, pontua Glaiseane Lobo.

A defensora pública destaca ainda a  atuação dos colaboradores que atuam na cidade. “Eles fazem o primeiro atendimento, com a triagem  e informando a documentação necessária para otimização da rotina. E com a instalação desse novo núcleo vamos dar o atendimento que a população merece, porque antes ficávamos em uma sala secreta do fórum, onde os jurados se reúnem para votar no julgamento pelo tribunal do júri, ou seja, não tinha nenhuma estrutura para receber um outro órgão, seja a Defensoria, seja o Ministério Público. Eu estou muito empolgada para essa nova fase, com um espaço adequado para o acolhimento da população, e sei que este é o primeiro passo que a Defensoria dará na cidade”, complementou a defensora pública.

A inauguração de novos espaços e sedes no interior é meta da gestão. A defensora pública geral, Samia Farias, que estará na cidade para a inauguração, o acesso à justiça será ampliado para dar ainda mais proximidade e respeito aos direitos da população. “A Defensoria Pública atua na cidade há muitos anos, mas agora tem um novo espaço, mais adequado, onde teremos defensores, colaboradores e mediadores. Estamos empenhados em promover cada vez mais o processo de interiorização e o fortalecimento da estrutura física da Defensoria no interior”, pontuou a defensora geral.

 

 

Fonte: Ipu Notícias

Comente com Facebook

Ipu Post