DestaquesEsporte

Torcedor com problemas respiratórios realiza sonho de assistir jogo no Castelão

Will comemora o sonho realizado (FOTO: Tati Alencar/Futebolês)

A ida até um estádio pode parecer algo simples. Não para Will Girão que sofre de distrofia muscular de Duchenne, e precisa usar um aparelho que precisa ser ligado a energia para conseguir respirar. Mas, nem isso impediu dele realizar o sonho de ver de perto seu time de coração: o São Paulo.

Na tarde deste domingo (22), o jovem conseguiu estar na Arena Castelão e acompanhar a partida entre Ceará x São Paulo, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Apesar de adversários, Ceará e São Paulo se uniram para conseguir fazer a ação e levar Will para o estádio após um pedido feito pelo jovem no Twitter.

Não demorou muito para que o pedido do jovem sensibilizasse as diretorias de Ceará e São Paulo que juntas afirmaram que iriam realizar o desejo de Will.  Os mascotes de Ceará e São Paulo levaram Wilker para o estádio. No intervalo da partida, o torcedor será presenteado pelo Vovô.

Emocionado, ele disse que irá torcer para um empate entre os times. “Inevitavelmente eu também estou com um carinho agora pelo Alvinegro. Pois o clube me ajudou bastante com a logística de ver de perto o São Paulo e me deu muita atenção”, disse.

Will assistirá à partida em um dos camarotes da Arena, além de ter livre acesso à zona mista do estádio, podendo conhecer os atletas dos dois times.

Ele comemora o momento que vive ao lado da mãe no estádio:

Will Girão 🇾🇪♐♿@FranciscoWilker

e eu já estou vestido com o manto sagrado do . 🙏💪🇾🇪 pic.twitter.com/O3RJTxj7jI

Will Girão 🇾🇪♐♿@FranciscoWilker
 
 

Já estamos aqui alojados num camarote do Castelão (único lugar que foi viável pra ligar o respirador). Ah, e pra quem não sabe, essa é minha mãe. Mulher guerreira. 💪🇾🇪❤️♥️ pic.twitter.com/qSxPvU2Sct

Ver imagem no Twitter
 

Will conhece jogadores do São Paulo

Além de estar na Arena Castelão, Will conseguiu conhecer jogadores do São Paulo na última sexta-feira (21), no hotel que a equipe paulista está hospedada.

Ele conheceu os atletas e ainda recebeu uma camisa autografada por Arboleda, Tréllez, Everton, Edimar, Marcos Guilherme, Régis, Petros, Nenê, Hudson, Militão, Valdivia, Rodrigo Caio, Bruno Alves, Sidão, Liziero, Shaylon e Lucas Fernandes.

São Paulo FC

@SaoPauloFC

Se lembram que há um tempo, o tricolor @FranciscoWilker pediu uma força para acompanhar a partida de hoje, lá na Arena Castelão? https://twitter.com/FranciscoWilker/status/981230664648417280 

São Paulo FC

@SaoPauloFC

 
 

Pois bem, com o apoio do @CearaSC, @Caixa e @SPFCBancoInter, tornamos isso possível! Ontem, ele já foi até o hotel e conheceu nossos jogadores. Logo mais, irá ao Castelão acompanhar a partida! pic.twitter.com/wa3ZQTTR5k

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter
 

Distrofia muscular

Wilker nasceu com uma distrofia muscular que afeta, principalmente, o aparelho respiratório. Em 2014, ele precisou fazer uma cirurgia para retirar a vesícula. Os médicos alertaram o perigo, que ele poderia não sobreviver, mas deu tudo certo no procedimento. No entanto, ao voltar da anestesia, ele não conseguia mais respirar sozinho. Aí veio a traqueostomia, o respirador e a dificuldade para andar.

O equipamento funciona com baterias, que descarregam facilmente quando não conectadas diretamente à energia. Toda vez que Will decide sair, precisa entrar em contato com os locais para ter a permissão de ligar o aparelho em alguma tomada. Alguns negam, outros dificulta.

 

Fonte: Tribuna do Ceará/Futebolês

Comente com Facebook

%d blogueiros gostam disto: