Notícias da Ibiapaba

Ipu está entre os 10 no Ceará com menores incidências de casos de Covid-19 em 2022

Ipu Post

As previsões em torno da variante Ômicron se confirmaram. A nova cepa, considerada desde o início de sua descoberta como de alta transmissibilidade, dizimou alguns dos números da pandemia até então, e fez o Ceará atingir um novo recorde de infectados, com mais de 160 mil casos em um único mês. Mas, algumas cidades cearenses conseguiram passar por janeiro sem grandes danos.

Dos 184 municípios, 10 – isto é, apenas 5,43% do total – fecharam o mês com taxa de incidência de infectados pelo vírus SARS-Cov-2 abaixo de 480 casos por 100 mil habitantes. Os números são do IntegraSus, plataforma oficial da Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará.

A taxa de incidência é importante para estimar o risco de ocorrência de casos de Covid-19 na população desses municípios. O cálculo leva em conta o número de casos confirmados, dividido pelo número de habitantes e multiplicado por 100 mil.

Para especialistas, é difícil apontar um único fator específico que justifique o baixo número de casos frente a explosão geral de infecções registradas não só no Ceará, mas em todo o País.

  • Parambu – taxa de 161,8 (51 casos)
  • Juazeiro do Norte – 251,3 (689 casos)
  • Salitre – 259,8 (43 casos)
  • São Benedito – 288,1 (138 casos)
  • Potengi – 289,7 (32 casos)
  • Ipu – 345,5 (145 casos)
  • Várzea Alegre – 348,7 (142 casos)
  • Tarrafas – 349,2 (30 casos)
  • Umari – 375 (29 casos)
  • Missão Velha – 378,7 (138 casos)

Contudo, ainda segundo estes profissionais, algumas ações desenvolvidas conjuntamente podem favorecer a baixa incidência de positivados. Soma-se a este pacote, o número diminuto dos habitantes de cada um desses municípios. Todos possuem menos de 16 mil moradores.

“Em um universo menor, é teoricamente mais fácil conter o vírus, pois há maior chance de implantar de forma efetiva as medidas restritivas. É, ainda na teoria, mais fácil fiscalizar, cobrar o uso da máscara e, também, a vacinação pode avançar mais rapidamente”, explicou a médica pediátrica Luana Barbosa.

Mas, o fato isolado de ter baixa população não é garantia de poucos casos, ressalta a médica. Juazeiro do Norte, por exemplo, é a maior cidade do Interior cearense, com mais de 275 mil habitantes e aparece como a 2ª melhor incidência de infectados em janeiro.

 

Fonte: (Blog Jocelio Leite)

Comente com Facebook

Ipu Post