IpuNotícias da Ibiapaba

Robério Rufino entrega coletes para os 150 mototaxistas de Ipu

Ipu Post

O evento ocorreu na noite desta quarta-feira (23/03) e toda a categoria estiveram reunidos para agradecer o apoio tanto do prefeito, Robério Rufino quanto de Capitão Edvan Farias, presidente da Autarquia Municipal de Trânsito da cidade.

A associação de mototaxistas do município de Ipu comemorou a aquisição tanto dos capacetes, entregues em fevereiro do ano passado, quanto dos novos coletes refletivos de segurança. A entrega dos coletes ocorreu buffet Luar, no bairro Pereiros e foi realizada com a presença do prefeito, vice-prefeita, vereadores e secretários municipais.

Edvan Farias ressaltou a preocupação da pasta da Segurança Pública com essa classe bastante representativa no município. “Desde que assumimos, temos toda a preocupação com todas as classes principalmente com a dos mototaxistas, por ser uma entidade grande e altamente representativa. A quantidade de mototaxista em nossa cidade é maior que a maioria dos municípios do Ceará”. Disse Cap. Edvan, informando ainda que a partir de segunda-feira todos os mototaxista deveram usar o novo equipamento, descartando assim o antigo.

 

“Quero aqui reconhecer a importância de todos vocês para o município e dizer que podem contar com o apoio da Segurança Pública e Autarquia Municipal de Trânsito.”, destacou Edvan.

 Para o presidente da associação de mototaxistas de Ipu, Luiz Rodrigues, a ação das autoridades municipal com certeza faz a diferença. “A entrega desses coletes, com material de qualidade, é muito importante  para nosso trabalho, todos sabem das dificuldades que temos na rua com chuva, sol! Quero só agradecer pela confiança no meu trabalho que estou desde 2013 nessa categoria bastante honrada”, explica Cabelo.

 

O prefeito Robério Rufino, que já foi mototaxista no Rio de Janeiro, por 12 anos, disse reconhecer na pele a classe que trabalha dignamente para sustentar suas famílias. “Eu quero compartilhar esse momento e pedir um pouco mais de paciência, sobre os abrigos, levantado aqui pelos presentes. Às vezes as coisas não dependem somente da gente. A empresa, segunda colocada na licitação, uma vez que a primeira não realizou o serviço, se comprometeu até o final de abril está resolvendo esse problema o mais breve possível. Por isso não daremos prazo para concluir a obra” disse o gestor.

 

Fonte: Ipu Notícias

Comente com Facebook